Mamy Antenada: Momento Leitora - A Adoção, por Josie Pretto.

Momento Leitora - A Adoção, por Josie Pretto.

Olá Pessoal,

Hoje temos o - Momento Leitora - aqui no Blog!! 
E a querida leitora Josie Pretto que já nos enviou o Ensaio Fotográfico da sua Gestação do Coração (quem não viu é só clicar *AQUI*) nos escreveu falando como a Adoção entrou na vida dela e de seu marido Giorgio.


Desde pequena eu sabia que seria mãe. Não tinha certeza se um dia iria casar, se existiria de fato um coração destinado para mim como mulher. Mas sabia que teria um coraçãozinho reservado para mim como mãe. Sempre quis adotar. Tive o maior exemplo de adoção coladinho em mim desde o meu nascimento: minha mãe.

Então no final da faculdade comecei a namorar o garoto mais incrível que eu já havia conhecido. E assim que o namoro ficou sério compartilhei com ele o meu sonho. Um dia eu iria adotar uma criança. E o menino mais lindo mostrou-se mais bonito ainda por dentro. Comprou a ideia que nunca havia passado pela sua cabeça na mesma hora.
Estudamos, casamos, trabalhamos, viajamos e, chegada a hora de aumentar a família, começamos imediatamente a providenciar a papelada da adoção. Afinal era certo que iríamos adotar e que o processo inteiro era demorado. Daria tempo de termos um ou até dois filhos "de barriga" até chegar a nossa vez na fila. Não foi o que aconteceu.
Depois de muita investigação e sem qualquer causa física para não engravidarmos, enquanto aguardávamos a adoção, resolvemos partir para a montanha russa de emoções chamada "reprodução assistida". Foram anos intensos, ao total fizemos uma inseminação e oito fertilizações in vitro inexitosas. E deu pra nós. Graças a Deus, resistência física não nos falta, mas sentimos em nossos corações que é hora de parar e, finalmente, só esperar.

Nunca havia passado pela minha cabeça não ter filhos "de todas as formas", a partir do momento em que casei. Queria muito ter as duas experiências: receber o telefonema mais importante do mundo para buscar meu filho e também pegar o resultado do beta positivo, sentir aquele serzinho crescendo dentro de mim, acompanhar seu desenvolvimento, enfim. Mas confesso que sempre senti que o dia em que o meu coração bateria mais forte seria o do telefonema.
Por conta de não termos esperado nem um segundo para ingressar com o processo de adoção, não posso reclamar do tempo de espera. No nosso caso em particular tratamos de aproveitar a vida e fazer mais tentativas de fertilização, tranquilos de que, quando chegar a nossa vez, irão nos chamar. Como sempre falamos, nós somos adultos. Aguentamos o tempo que for preciso pra ter nosso filho. Temos estabilidade emocional para tanto. A ciência de que demora muitos anos para ocorrer a destituição do pátrio poder no nosso país (e aí a maioria das crianças já saiu do perfil mais desejado) me indigna pelo lado da criança, não pela ótica dos adultos que estão na lista de espera, com todo o respeito. Como disse, meu marido e eu temos a serenidade necessária para esperar. Vejo que alguns familiares e amigos se incomodam mais com a demora do que nós mesmos. Fomos preparados para isto. Nossas almas foram escolhidas há muito tempo para esta jornada e por isso a nossa tranquilidade.

É claro que não tem um dia, aliás não há uma única hora do dia em que eu não pense no meu filho. Será que já nasceu? Será que está resistindo aos percalços que a vida lhe apresentou desde tão pequeno? Rezo por ele e por sua genitora (a quem nós seremos eternamente gratos). Sonho com o dia em que direi pra ele que sou a mulher mais feliz e sortuda de todo o mundo por ele ter me escolhido como mãe. Sim, sei que nos escolhemos.
Sei que ele está destinado para mim e para o meu marido há muito tempo. Sei também que o tempo de Deus é perfeito. Ele age na hora certa. Nem antes, nem depois. E aguardo com fé, certa de que é só uma questão de tempo para que o encontro mais abençoado de todos aconteça.

"And all along I believed I would find you 
Time has brought your heart to me
I have loved you for a thousand years
I'll love you for a thousand more."

Gratidão Josie e Giorgio por compartilhar a história de vocês com todos aqui do Blog!! Que Deus abençoe vocês sempre!!

Bj Bj

Nenhum comentário:

Postar um comentário