Mamy Antenada: Diário de Uma Grávida de Coração - Mês de parada, igual ao Processo!

Diário de Uma Grávida de Coração - Mês de parada, igual ao Processo!

Olá!!



Hoje abro o diário num dia chuvoso e frio, o inverno no finalzinho resolveu dar o ar da graça (onde tu tava?)!
Como tudo na natureza, precisamos de dias chuvosos e frios para que depois possamos florescer. Passei por dias assim, onde o que eu queria era ficar paradinha, deitada, debaixo da coberta. 
Quem nunca?
Mas ainda bem que tive a percepção que não poderia ficar muito tempo nesse estado de "latência", mas sabia que era necessário um período para que a metamorfose ocorresse!!
Então, me recolhi, pedi uma licença do meu trabalho (agradeço a Deus por trabalhar em um lugar que me proporciona essa possibilidade, sei que nem todos podem ou conseguem), me dediquei a mim, à minha família, a meus projetos pessoais.
E como o tempo tem a capacidade de voar, mais um mês passou, algumas coisas ainda ficaram para trás (como a arrumação dos armários, mas não eram a minha prioridade, rsrs).
Mas não voa para o meu maior desejo... nosso processo está no mesmo patamar de antes - parado - agora na mesa do juiz (já ha 1 mês) sem ser movido efetivamente!
Erro meu por não tem insistido mais, talvez, mas estava literalmente cansada de escutar as mesmas coisas.
Erro meu por não ter contratado um advogado, talvez, mas comprometer financeiramente a nossa família não seria sensato.
Erro deles por demorar tanto na transferência de comarca, talvez, aqui não sei qual seria a desculpa desta vez.

Sei que Deus é grandioso em sua sabedoria, e quando meu parto acontecer tudo isso não terá tanto significado, ou doerá tanto, saberei que esperei o tempo certo para ser aquele (a) o meu (minha) filho (a) ou filhos (as). Como escuto de pais que tiveram seus filhos através da adoção: "Não poderia ser outro".

E dessa fase de "latência" surgiu um grande projeto que compartilhei com vocês aqui no Blog, o Encontro Gestação do Amor, que realizamos no dia 19 de agosto. Foi um encontro lindo de 25 pessoas que vivenciaram de alguma forma a Adoção, seja como pais, futuros pais ou da rede de apoio das famílias, a energia no espaço foi incomum de tão boa. Pudemos compartilhar nesse momento nossas angustias e dilemas, e nos sentirmos acolhidos em nosso caminho de formação de nossa família. Sou grata imensamente por todos que lá estiveram e compartilharam suas experiências. 

E como tudo na natureza precisa de um tempo (inverno, chuva, dormência) para florescer... também precisei, e agora que venham os frutos!

Bj Bj


2 comentários:

  1. Oi Pri.
    Isso é bem normal nessa nossa gestação do coração né? Também tenho altos e baixos, mas procuro não pensar muito nisso durante o dia, para não ficar muito ansiosa... mas confesso que a noite os pensamentos vem a tona e não tenho como evitar!
    Agora estou numa fase de comprar muitos livros sobre adoção, que falam dos aspectos psicológicos, relatam depoimentos e os de literaturas que nos ajudam a contar para a criança sobre a adoção.
    Quanto ao encontro Gestação do Amor, queria dizer que eu e meu marido gostamos muito e nos sentimos muito acolhidos por todos. Valeu muito a pena. Que outros encontros desse aconteçam mais!
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eli!!
      Pois é, esses altos e baixos fazem parte né? Os livros estão com tudo por aqui também (praticamente a louca da livraria). Estamos a toda montando as proximas etapas, logo logo tem novidades!!
      Bj Bj
      Pri

      Excluir