Mamy Antenada: Edução e Desenvolvimento - Método Montessori

Edução e Desenvolvimento - Método Montessori

Olá pessoal,

Você com certeza já deve ter ouvido falar no Método de Ensino e Desenvolvimento Montessori, mas já parou para pesquisar ou pensar sobre esse método que pode ser aplicado às crianças?!
Para quem ainda não conseguiu e quer saber no que consiste esse método e quer tentar aplicar com seu filhote, esse texto é um ótimo começo!
Bora que eu te explico!

Método Montessori é o o conjunto de teorias, práticas e materiais didáticos criado ou idealizado inicialmente por Maria Montessori, tendo como ponto mais importante, não tanto seu material ou sua prática, mas que a sua utilização possibilite e liberte a verdadeira natureza do indivíduo,  e que a educação desenvolva com base na evolução da criança, e não o contrário. Sendo o RESPEITO à criança o pilar base da sua metodologia, sendo que o intelecto é desenvolvido pelo toque, ele passa pelas mãos, por meio de movimento e toque as crianças decodificam o mundo. 



Segundo Montessori o desenvolvimento se dá em “períodos sensíveis”, sendo que em cada época da vida predominam certas características e sensibilidades específicas, mas que deve-se considerar a individualidade de cada criança.

São seis os pilares educacionais de Montessori:
- Autoeducação;
- Educação como ciência;
- Educação Cósmica;
- Ambiente Preparado;
- Adulto Preparado;
- Criança Equilibrada.

Autoeducação: é a capacidade da criança para aprender, a que nasceu com ela, o desejo da criança de explorar, investigar e pesquisar, e para isso método proporciona o ambiente adequado e os materiais mais interessantes para que a criança desenvolva, por seus próprios esforços, no seu ritmo e seguindo seus interesses.

Educação Cósmica: é a melhor forma de auxiliar a criança a compreender o mundo. Deve-se levar o conhecimento à criança de forma organizada  (cosmos significa ordem) estimulando sua imaginação e evidenciando que tudo no universo tem sua tarefa e que o ser humano deve ser consciente de seu papel na manutenção e melhora do mundo.

Educação como Ciência: o educador utiliza o método científico de observações, hipóteses e teorias para entender a melhor forma de ensinar cada criança e para verificar a eficácia de seu trabalho no dia a dia.

Ambiente Preparado: é o local onde a criança desenvolve sua autonomia e compreende sua liberdade (em casa ou na escola). É uma ambiente construído para a criança, atendendo às suas necessidades biológicas e psicológicas, mobília de tamanho adequado e materiais de desenvolvimento para a livre utilização da criança.

Adulto Preparado: pais ou professores que auxiliam a criança em seu desenvolvimento completo. Para isso, deve-se conhecer as fases do desenvolvimento infantil guiando a criança em seu desabrochar, de forma que este se dê nas melhores condições possíveis.

Criança Equilibrada: é qualquer criança em seu desenvolvimento natural. Quando da utilização correta do ambiente e da ajuda do adulto preparado, as crianças expressam características que lhes são inatas. Encontram o amor pelo silêncio, pelo trabalho e pela ordem. Todas as crianças nascem com estas características e as desenvolvem melhor entre zero e seis anos.

Esses 6 princípios devem funcionar em união, assim a criança se desenvolve de forma completa e equilibrada, sendo necessário compreender a criança para identificar nela os sinais da eficiência daquilo que lhe está sendo oferecido. O sinal que a metodologia está sendo acertada é a felicidade da criança. 


Alguns princípios fundamentais que podem ser aplicados com as crianças:

- Acompanhar a criança, respeitar e honrar o interesse e a necessidade de cada criança.
- Dar a liberdade de explorar espaços fechados ou abertos da mesma forma, sempre que for seguro e utilize esta liberdade de maneira positiva.
- Dar a oportunidade de usar as mãos tanto quanto seja possível. Seu filho deve estar exposto a todas as experiências concretas que tenham a ver com o uso de suas mãos para depois chegar a abstração de conceitos .
- Promover todas as possibilidades para que seu filho possa participar das rotinas da casa: lavar a louça, arrumar brinquedos, ajudar no jardim, organizar sua mochila, servir-se e comer apenas com a ajuda necessária; e se for maior, pode se responsabilizar por alguma tarefa da família. Estas oportunidades promovem a coordenação, a concentração, o sentido de ordem, a responsabilidade, a noção dos cuidados pelo bem estar comum, a independência e no aspecto cognitivo, preparam a mente matemática e apoiam o desenvolvimento da linguagem.
- Oferecer utensílios adequados ao tamanho da criança, e guardados em local onde a criança possa ter acesso, e para que possa utiliza-los na medida da sua necessidade.
- Não interromper os “ciclos de trabalho” de seu filho, suas brincadeira ou jogos, dando a oportunidade de construir períodos cada vez maiores de concentração.
- Mostrar-lhe “como”, quando ele não souber fazer algo. Faça uma demonstração com sequencia de passos usando movimentos lentos e precisos.
- Proporcione um ambiente organizado e atrativo. A ordem externa promove a a ordem interna e o desenvolvimento da inteligência.
- Quando falar com seu filho, se aproxime dele, abaixe-se, mantenha o contato visual, fale num tom de voz apropriado. Quando as pessoas se olham nos olhos a verdadeira comunicação se estabelece.

Lembre-se sempre do que diz Montessori: “Ajuda-me a fazer sozinho!”.
Ajude a criança na medida certa, deixe-a fazer sozinha o que é capaz, siga-a e instigue-a a percorrer novos caminhos, e apoie quando for preciso, respeitando o seu próprio ritmo.





Nenhum comentário:

Postar um comentário