Mamy Antenada: Posso fazer exercícios durante o Tratamento de Reprodução?

Posso fazer exercícios durante o Tratamento de Reprodução?



Fazer atividade física traz muitos benefícios, todo mundo sabe, mas muitas mulheres que passam pelo processo de reprodução assistida ficam com duvidas na continuidade da atividade quando estão nessa fase. E aí, posso fazer exercícios durante o Tratamento de Reprodução?

A ginecologista da IVI Salvador, Simone Pereira, da algumas dicas gerais para as mulheres que estão nessa fase; sempre lembrando que as recomendações podem variar de mulher para mulher, e também se já costumava fazer atividade física periodicamente.

Durante o tratamento:
Durante a fase de estimulação ovariana é recomendável levar uma vida tranquila, pois os ovários aumentam de tamanho por efeito das gonadotrofinas; hormônio utilizado para a estimulação ovariana. Com o aumento de tamanho dos ovários, a paciente pode sentir-se incômoda ao movimentar-se e existe o risco de torção ovariana. Por isso é preciso consultar seu especialista em reprodução sobre o tipo de exercício poderá ser praticado durante esse período.

Após a transferência embrionária:
É recomendado não realizar exercícios intensos ou que requeiram grande esforço.
Quando já está confirmado a gravidez as atividades suaves, como a caminhada e natação, podem ser retomadas como qualquer outra gestante. 

Durante a gravidez:
O Pilates e ioga, adaptado a gestantes, podem trazer grandes benefícios principalmente para preparar-se para o parto e diminuir a dor nas costas.
A hidroginástica também é um ótimo exercício para as gestantes, desde que liberado pelo médico, em qualquer fase da gestação, pois mesmo com o abdomem volumoso, não tem muito impacto, é um ótimo exercício aeróbico, fortalece a musculatura e relaxa.

Atividade física é muito boa e recomendada também para as pessoas que não estão em tratamento de reprodução assistida e nem grávidas. Os benefícios são para o corpo e para a mente, pois ajudam a diminuir o estresse, a dormir melhor, além de proporcionar mais vitalidade e força ao corpo e ajudar a manter o peso adequado. 


Sobre o IVI
Com sede em Valência, na Espanha, o instituto iniciou suas atividades em 1990. Possui 23 clínicas, em 7 países e é líder europeu em medicina reprodutiva.
Desde 2010 está no Brasil, em Salvador, e desde 2012 em São Paulo. Em ambas as ocasiões, através de parcerias com especialistas já consagradas no país (respectivamente Dra. Genevieve Coelho e Dra. Silvana Chedid). Com a chegada do IVI ao país, chegam também novas técnicas para o tratamento da infertilidade no Brasil, como a vitrificação de óvulos, o diagnóstico genético pré-implantacional e a embrioscopia.


Mais informações
IVI: Salvador (71) 3014-9999; São Paulo (11) 3266 7733
Sirlene Zamboni Cervera: 11 9418 9484
sirlene.cervera@ivi.es

2 comentários:

  1. Quantas dicas importantes para
    as mamys, amei saber
    da minha segunda filha
    sem saber estava malhando
    e já estava com dois meses
    quase pirei, mais graças a Deus deu tudo certo

    Lindo Dia
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Nanda, é de pirar mesmo, hehehe!!
      Mas Graças a Deus deu tudo certo né?!
      Bjus
      Pri

      Excluir