Mamy Antenada: Diário de uma Gestante do Coração - Desfecho da conversa com a Assistente Social.

Diário de uma Gestante do Coração - Desfecho da conversa com a Assistente Social.

Olá Pessoal!

Tudo bem com vocês?
Aqui vai tudo bem, as coisas se ajeitando e se acalmando, e tudo preparado para a volta ao trabalho. É, as férias acabaram, e graças a Deus consegui alcançar o grande objetivo que eu propus durante esse mês: Conversar com a Assistente Social do Fórum da cidade para qual me mudei, Palhoça (SC).

Pois é gente, depois que publiquei o vídeo e o post com o meu desabafo (quem não viu o link está AQUI) e meu marido fez uma reclamação na ouvidoria do Fórum, recebi a ligação da assistente social Eliane, para conversarmos sobre as minhas duvidas, isso aconteceu na quinta feira passada (dia 26 de fevereiro), conversamos alguns minutos por telefone, e como eu gosto do olho no olho, perguntei se ela tinha um horário para me atender no dia seguinte, e assim marquei um "encontro" no Fórum, encontro que procurei a dias atras e infelizmente não tive sucesso.

O desfecho da conversa com a Assistente Social foi muito bom, apesar de ainda não sabermos que rumo tomar nesse processo, penso que no coração já definimos, mas como é uma decisão muito importante pra nós, pra nossa vida, vamos pensar mais um pouquinho para estarmos bem seguros na decisão!

Então vamos lá, como foi nosso encontro...

Cheguei lá em cima do laço (o motivo está no vídeo aqui em baixo, hehe), no meio de muita chuva que caía, penso que foi para lavar a alma!! Prontamente a Assistente me atendeu e conversamos por longas e produtivas 1 hora e pouco.
Ela me explicou timtim por timtim como devo fazer para mover o processo e como ele tramita de lá para cá, então vou explicar em tópicos para ficar mais didático para você que precisa fazer esse processo:

- Temos que fazer uma informação/requerimento e protocolar lá na Comarca de Florianópolis (origem do nosso processo);
- O pessoal da Vara de Infância de lá (o Juiz) faz a comunicação ao Ministério Publico da movimentação do processo;
- É feito uma outra comunicação (carta precatória) para a Vara de Infância de destino (da atual residencia), sobre a movimentação do processo;
- A Vara de Infância destino recebe o processo e o Juiz vai definir se ha necessidade de reavaliação do processo e mais algum estudo a ser feito.

Aqui um adendo: A assistente falou que essa ultima etapa varia de juiz pra juiz, alguns podem pedir novo estudo, pois houve mudança do contexto social da família. 
Mas a maioria dos Juízes acatam a sentença anteriormente dada, e só solicita a inclusão do casal no CUIDA (Cadastro Único Informatizado de Adoção e Abrigo) da Comarca.

Conversamos sobre diversos outros assuntos referentes à Adoção, sobre as Casas Lares existentes do Município, que são 2 e em breve terá mais uma, todas bancadas pelo município, que é legalmente a entidade responsável pela assistência social; conversamos da possibilidade do Projeto Bebê Solidário também ajudar essas Instituições; conversamos sobre o preconceito e tabus que cercam a Adoção.
No final ela me pediu desculpas pelo atendimento dado no dia anterior, me informou que esse não é o procedimento da Vara de Infância daqui, que foi um erro potencializado às multi tarefas que tinham naquele dia, e terminou com a frase: "Nós sempre estamos com as portas abertas para receber as pessoas, ajudar no que for preciso, tirar as duvidas, essa é a nossa obrigação!" e com um grande abraço.

Penso que nada acontece por acaso, tudo tem um propósito, o fato acontecido naquele dia me fez ver que sou mais forte do que imaginava, que a causa Adoção sempre estará em minha vida, que será uma causa que não terminará quando nós adotarmos, pois geralmente isso acontece, pais engajados durante o processo de adoção simplesmente somem depois do objetivo alcançado.
A Adoção ainda está cercada de muitos Tabus e Preconceitos e é por isso que devemos ir além o processo de Adoção, devemos crer que é um caso de Amor para toda a vida.

Dessa vez saí da sala da assistente social leve, cheia de esperança, cheia de informação para compartilhar com vocês aqui, cheia de contatos para que a Causa da Adoção seja levada à frente, seja vista com outros olhos, como uma maternidade plena e cheia de amor!

"Minha barriga não cresceu, mas meu coração se encheu de amor. Espero que em breve nossos caminhos se cruzem, e como se fosse uma explosão, o Amor transborde e eu te pegarei no colo e me tornarei sua Mãe." Pri Aitelli.

Então, esse é o Vlog que gravei no dia da conversa com a assistente social, com vários outros assuntos do cotidiano junto!!




Bj Bj



Nenhum comentário:

Postar um comentário