Mamy Antenada: Descriminalização do Aborto! Já pensou sobre isso?

Descriminalização do Aborto! Já pensou sobre isso?

Olá Pessoal!

O assunto é polêmico hoje!!
A descriminalização do Aborto.



Você pode ter uma opinião diferente da minha, e eu da sua, te respeito e gosto de ser respeitada também, mas não vou deixar de dar a minha opinião sobre o assunto.
Não quero aqui tentar mudar a sua opinião, apenas expressar a minha:
Não faria um aborto, se ele fosse crime ou não.

Li vários textos falando que a mulher tem o direito de fazer o que quer com o seu corpo, que muitas vezes não tem apoio da família, namorado, marido, não tem estabilidade financeira, etc etc etc, muitas da justificativas para a prática do aborto, textos muito bons que li atentamente.

Mesmo assim não consigo me convencer que tirar a vida de um ser inofensivo seja a solução do "problema".
Sei que existem várias clinicas clandestinas que fazem abortos, muitas delas sem nenhuma condição de higiene e tudo mais, que muitas mulheres morrem por causa disso. 

Falasse tanto no empoderamento da mulher sobre o seu corpo, então eu digo, ela deve começar desde a concepção, mulher "poderosa" que não quer engravidar, tem que se cuidar. 

Uma das coisas que ninguém aborda nisso tudo é que você pode levar essa gestação à diante e dar uma chance de vida à esse serzinho em uma outra família, uma família que o espera com muito amor, uma família adotiva.
Abortar é crime!
Abandonar seu filho é crime!
Dar o filho para adoção NÃO é crime!

Sei que muitas vezes as mulheres nem querem que as pessoas saibam que estão ou estiveram gravidas, o medo de serem julgadas por terem engravidado, por não terem assumido seus filhos, e até mesmo por darem seus filhos para adoção. 
Essa é uma carta da Paula Abreu, para a mãe que gerou o seu filho, é perfeita para resumir tudo isso: arrependimento dos atos, responsabilidade, arcar com as consequências, caminho fácil, caminho correto, respeito a vida humana, decisão!  

"A você que também foi mãe do meu filho, a você que me deu o presente mais valioso que jamais ganhei em toda minha vida, peço a Deus todos os dias que você esteja bem que tenha saúde, que possa ter outros filhos quando quiser e se quiser. 
Que seja feliz, que nunca, jamais se arrependa do gesto de amor que praticou, que por mais que não me conheça e não saiba par onde foi o bebê que você gerou, gestou e pariu, saiba no seu coração que ele está bem, que ele está com a melhor família que ele poderia ter encontrado, uma família que o desejou por tantos anos e fará de tudo para que ele seja a criança mais feliz do mundo. Peço também que meu filho tenha herdado o seu senso de responsabilidade, e que saiba como você arcar com a conseqüência de seus atos, que não prefira o caminho mais fácil, mas sim busque o caminho correto, e como você respeite a vida humana acima de todas as coisas. Obrigada por que diante de uma questão de tamanha importância não ter pensado só em ti, mas também na vida que gerava e nas vidas que poderia mudar tomando a decisão que tomou. Obrigada por ter tomado essa decisão."

(Carta escrita por Paula Abreu).

Como disse no começo do texto, é a minha opinião!

Bj Bj

outros textos sobre o assunto:

feminista cansada




Nenhum comentário:

Postar um comentário