Mamy Antenada: Dica de Leitura - A Aventura da Adoção (por Paula Abreu)

Dica de Leitura - A Aventura da Adoção (por Paula Abreu)

Olá Pessoal!!

Volteiii!!!
E hoje com uma dica de leitura para as Férias, o livro da Paula Abreu - A Aventura da Adoção, Um guia completo para pais, mães e filhos.
Venho buscando mais informação sobre o assunto e esse livro foi indicado pela Lu Cross, do blog Gravidez Invisível.
Procurei nas livrarias "comuns" mas não o achei, e confesso que achei bem pouco livro que tratasse do tema de uma forma mais informal, só existiam livros que falassem do "Direito" e "Psicologia" da Adoção. Então decidi procurar na internet, e o achei no site Estante Virtual, um tipo sebo da internet, e o que mais gostei foi o preço R$ 14,00 + frete.



Esta é a release do Livro:
Paulo e Paula estavam preparados para aumentar sua recém-criada família. E o primeiro filho viria não por meios naturais, mas a partir de uma aventura pelos caminhos da adoção, ainda que ambos estivessem aptos para ter um filho biológico. Em 'A aventura da adoção', Paula Abreu conta a história da formação de sua família. Entre os fracassos e as vitórias durante o processo, a autora descreve a dificuldade de obter informações sobre reconhecimento legal, o desenrolar do processo, os profissionais envolvidos, os preconceitos, as opiniões e as reações de familiares e amigos diante de seu sonho de ser mãe.

Minha impressão sobre o livro:
Comi o livro em 2 dias!!
Leitura fácil e dinâmica, aquele tipo de livro que você começa e não consegue fechar.
E o principal para mim, aborda o Tema Adoção de forma simples e clara, sem termos que não entendemos.
Não serve apenas para pais e mães adotivos, mas sim para todos os pais!

Esse é um dos trechos do Livro, e a Carta que a Paula escreveu no livro para a mãe biológica de seu filho (muito linda e emocionante).

“Destino. Eu não sabia, até então, que terapeutas podiam atribuir qualquer coisa ao destino. Para mim, esse tipo de explicação era exclusivo das cartomantes e videntes. Achei engraçada a desistência dele, principalmente porque meu terapeuta estava certo: o único motivo para eu querer adotar era saber que, em algum lugar, havia um filho que devia ser meu.”

"A você que também foi mãe do meu filho, a você que me deu o presente mais valioso que jamais ganhei em toda minha vida, peço a Deus todos os dias que você esteja bem que tenha saúde, que possa ter outros filhos quando quiser e se quiser. 
Que seja feliz, que nunca, jamais se arrependa do gesto de amor que praticou, que por mais que não me conheça e não saiba par onde foi o bebê que você gerou, gestou e pariu, saiba no seu coração que ele está bem, que ele está com a melhor família que ele poderia ter encontrado, uma família que o desejou por tantos anos e fará de tudo para que ele seja a criança mais feliz do mundo. Peço também que meu filho tenha herdado o seu senso de responsabilidade, e que saiba como você arcar com a conseqüência de seus atos, que não prefira o caminho mais fácil, mas sim busque o caminho correto, e como você respeite a vida humana acima de todas as coisas. Obrigada por que diante de uma questão de tamanha importância não ter pensado só em ti, mas também na vida que gerava e nas vidas que poderia mudar tomando a decisão que tomou. Obrigada por ter tomado essa decisão."

Vale sempre lembrar que, dar o filho para adoção NÃO É CRIME, CRIME É: abandona-lo, maltrata-lo!

Boa leitura!!

Bj Bj

Nenhum comentário:

Postar um comentário