Mamy Antenada: Protetor Solar e Criança!

Protetor Solar e Criança!

Verão aí, muita praia, piscina, atividades ao ar livre, e consequentemente exposição ao SOL!



Vários cuidados devem ser tomados quando se pretende "ir" ao Sol com a criançada, principalmente quando falamos em bebês, que possuem a pele mais fina e sensível, e a exposição excessiva pode provocar queimaduras, manchas e aumentar as chances de desenvolver câncer de pele quando adulto.

O uso de protetor solar para bebês menores de 6 meses não é recomendado (salvo por recomendação médica), mesmo aqueles cuja a embalagem contiverem a informação "Baby", pois no bebê ocorre uma maior absorção através da pele e há uma dificuldade de elimina-lo, pela imaturidade de seu sistema excretor.
Então, o que fazer? 
Para bebês menores de 6 meses não é recomendado frequentar as praias, a não ser nos horários logo após o nascer do sol, até 8 horas da manhã, ou pouco antes do pôr do sol, após 18 horas.
Faça passeios curtos e sempre com chapéu ou boné, e com roupas leves e frescas.

As crianças de 6 meses a 2 anos, apesar de mais resistentes que os bebês, ainda são muito sensíveis ao sol, exigindo cuidado intenso nas brincadeiras ao ar livre. 
Escolha um protetor composto por filtros físicos, as versões chamadas "Baby" está escrito na embalagem, ele possui Dióxido de Titânio, o que dá aquele aspecto mais esbranquiçado que alguns adultos não gostam. É sempre interessante conversar com o pediatra ou o dermatologista do filhote, para que seja indicado o melhor protetor solar para ele!
O FPS indicado para a criança é sempre acima de 30, se o filhote for branquinho prefira um acima de 40. Procure também protetores que tenham resistência à água e que não ardam os olhos.

Agora vamos ao importante: Como passar o protetor no filhote? Haha, tarefa para algumas um pouco mais trabalhosa, vamos combinar!!

Prefira passar o protetor em casa, nele peladinho, para que nenhuma parte seja esquecida. Aplique de forma uniforme, divida por "área" e lembre das dobrinhas, das orelhas e pé!
Ah, e não seja muquirana, não regule na quantidade, aplique 2 vezes, aplique 1 e minutos depois reaplique. E a cada 2 horas de exposição ao sol, o protetor tem que ser reaplicado!
É legal aguardar cerca de 15 minutos antes do início da exposição ao sol e 30 minutos antes da imersão na água.
Evite horários de sol forte e usar uma camiseta é uma maneira prática de se proteger, além de que já existem roupas especiais que oferecem proteção contra radiação UV. Proteja a cabeça das crianças com o uso de chapéu ou boné.

Após os dois anos as crianças já podem utilizar os mesmos protetores dos pais, porém existem no mercado as versões "Kids" que oferecem alguns atrativos para estimularem o uso pelas crianças.

Bora se divertir ao sol... mas sempre protegidos e em horários apropriados!!

Bj Bj




Fonte de pesquisa:
guia do bebe
pediatria em foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário