Mamy Antenada: A primeira etapa rumo a Adoção

A primeira etapa rumo a Adoção

Olá Mamys...

Como venho falando, estar grávida do coração é completamente diferente, mas com algumas similaridades...a ansiedade da espera [que nesse caso é bem maior que 9 meses], as expectativas de como ele vai ser [digo fisicamente, sua personalidade, quem não sonha?!], a duvida se daremos conta do recado [sabemos que sim, mas ela nos ronda constantemente].

Uma das preocupações de uma mãe que gesta o coração é que você não terá "o controle" [não sei se essa é a palavra correta, mas enfim...] durante o crescimento do bebe no útero.
Quando você se descobre grávida, você repensa a sua vida, como você tem cuidado de sua saúde, se está se alimentando bem, se está fazendo uma atividade física... se não está, pensa em mudar para proporcionar um bom desenvolvimento do bebê.
Quando se está grávida do coração a única coisa que nos resta é rezar... rezar para que a vida intrauterina do seu bebê seja calma, tranquila, para que qualquer adversidade seja posteriormente superada e transformada em amor.

A adoção sempre esteve presente em nossos pensamentos [meu e do Silvio], mesmo que tivéssemos nossos filhos de barriga, decidimos desde que namorávamos, que teríamos um filho através da adoção. Quando a gravidez começou a demorar a chegar, essa ideia começou a rondar com mais frequência a minha cabeça, então ha 1 ano e 6 meses resolvemos reunir a papelada e levar no Fórum, na Vara de Infância e Juventude.

Para a inscrição dos interessados no Cadastro de Pretendentes a Adoção são exigidos os seguintes documentos:
- Identidade 
- CPF
- Requerimento conforme o modelo
- Estudo social elaborado por técnico do Juizado da Infância e da Juventude do local da residência dos pretendentes*
- Certidão de antecedentes criminais**
- Certidão negativa de distribuição cível**
- Atestado de sanidade mental
- Comprovante de residencia
- Comprovante de rendimentos
- Certidão de casamento ou declaração relativo ao período de união estável, ou certidão de nascimento (se solteiro)
- Fotos dos requerentes
Você deve apresentar os documentos originais, juntamente com as cópias; ou cópias autenticadas.

* Esse estudo não é você que apresenta, ele fará parte do processo posteriormente, e será realizado pelas psicólogas e assistentes sociais da Vara da Infância e Juventude de sua comarca.
** Os papeis mais  chatinhos de conseguir, pois você tem que ir em todas os Fóruns da sua comarca, caso tenha mais que 1, ex: aqui em Floripa tem 2.
*** Esse atestado pode ser dado por qualquer médico, não precisa ser um psiquiatra, então podes escolher um médico que você vá com frequência.


Modelo do Requerimento

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz da Vara de Infância e Juventude.

(Nome do casal), ele nascido (local e data), profissão; ela nascida (local e data), profissão; residentes (endereço completo), vêm respeitosamente junto a Vossa Excelência  requerer a inscrição como candidatos a adoção de (número de crianças), em condições jurídicas de adoção, com fundamento no art. 50, 1, da Lei 8.069/90, de 30 de julho de 1990.

Nestes Termos
Pede Deferimento

Local e data.
Assinatura de Ambos


Esses documentos devem ser encaminhados ao Fórum da comarca de sua residência, e você só pode se inscrever nela. Antigamente você podia se inscrever em diversas pelo Brasil inteiro; hoje existe uma fila unica estadual e nacional.

Depois que protocolou os documentos no Fórum não significa que você já está na lista de Adoção, existem mais 2 etapas importantes para vocês receberam o "APTOS à Adoção"... Curso para Pais e Estudo psico-social, que são temas para os próximos posts.


Bj Bj



Nenhum comentário:

Postar um comentário