Mamy Antenada

Uma técnica para ajudar na Educação dos Filhos!

Educar um filho...
Se você "jogar" no Google esse tema aposto que surgirão milhares e milhares de textos, científicos ou não, sobre esse assunto. Leremos mil deles, aplicaremos "a tese" rezando para que dê certo, pois queremos que nossos filhos sejam educados, prestativos e gentis, respeitem as regras, tirem boas notas, sejam futuros pais de família responsáveis, ajudem suas esposas ou maridos, sejam cidadãos de bem, e claro, sejam FELIZES.
Mas as vezes a teoria que dá certo para um, não dá para outro, e você assinala mais um "erro" para a sua tarefa de transformar seu filho em tudo aquilo que descrevi acima... quãquãquãquãmmmmm...

Deixa eu te lembrar uma coisa: A maternidade é isso!! Um "jogo" de ERRO e ACERTO!!! 

Por aqui continuamos na fase de testes, e em altos e baixos, dias mais punks e dias mais ligths... mas como dizem por aí: se for linha reta, significa que já morreu!!

Temos um grande entrave aqui em casa que é a verbalização da palavra NÃO. O NÃO por si só e suas variantes: NÃO quero, NÃO posso, NÃO vou, NÃO consigo, NÃO sei. E isso me angustia muito, pois mesmo sabendo da ótima capacidade e inteligencia do Marcos, ele tende a falar primeiro o Não.
E nessa de ler mil artigos do Google a respeito, testei vários métodos, e nessa semana começamos uma nova fase! 
Deus queira que agora dê certo!! 
Mas, não existe fórmula mágica, talvez adaptações sejam necessárias!!

Resolvemos fazer alguns ACORDOS para tentar parar, ou diminuir, essa resistência e ajudar e incentivar atitudes positivas.

O primeiro foi o Quadro de Atividades:
Um quadro com as atividades que o Marcos deve cumprir diariamente para ter direito ao "seu lazer": brincar, assistir TV, usar o computador.


O segundo é: Rumo a Bicicleta.
Um acordo assinado por mim, pelo papai e pelo Marcos, onde as regras de boa convivência em sociedade deverão cumpridas (casa, escola, família, resumindo: em todo lugar!), pois tivemos um grave episódio de desrespeito com a Prô (tipo aqueles que a mãe tem vontade de cavar um buraco e se enterrar de vergonha). Além de tentar evitar a pronuncia da palavra NÃO.



Marcos sonha em ganhar uma bicicleta, então para que ele a ganhe, terá que conquistar diariamente. A cada dia de cumprimento do "contrato" será depositado no "Cofre da Bicicleta" o valor de R$5. Caso não cumpra, será retirado R$10 naquele dia.


Como fiz:
Dividi o valor da Bicicleta pelos dias que faltam até a semana do Natal (dei uma arredondada). Cada cor de ficha corresponde a um mês.
Além das fichas do mês, têm as fichas Bônus, para ser usada quando ele alcança uma meta que estamos buscando, como: ler fluentemente, interpretar um texto, boletim com notas altas. 


Começamos no dia 1º de julho, saldo até aqui:
- Acumulou R$20;
- Perdeu R$10 pelos NÃOs e piti na hora de estudar para a prova de ciências;
- Perdeu R$10 pelo piti HOMÉRICO na hora de estudar para a prova de matemática (nesse dia ele me levou ao limite!);
- Saldo hoje: R$10.

Vamos ver se continua acumulando as suas estalecas rumo a bicicleta.
E eu, como mãe, torço para que a cada dia ele alcance a meta e tenha a consciência que ele tem a capacidade de conseguir, que ele é um menino excelente e que estamos aqui para ama-lo e apoia-lo!!


 

Receita de Cuca!

As redes sociais são fantasticas né?! Está rolando um questionário para ser respondido pelas crianças e a gente se encanta com as respostas!
Copiei e colei as perguntas e as respostas do Marcos!!

Qual é o teu nome? *Marcos
Quantos anos você tem? 11
Quando é seu aniversário? outubro
Quantos anos tem o papai? não sei
Quantos anos tem a mamãe? 20 (ganhei o diaaaaaaa)
Qual é a tua cor favorita? cinza e preto
Qual é a tua comida preferida? Massa e arroz do pai
Quem é o teu amigo? Nicolas
Qual é o teu programa preferido? Turbo (Canal Discovery Turbo)
Qual é a tua música preferida? a do Biel
Qual é o teu animal preferido? Cachorro
O que você tem medo? não sei
Qual o seu lugar favorito para ir? casa dos irmãos e ir pra escola
O que quer ser quando crescer? Policial (todo empolgado pra responder essa)
O que a mamãe mais gosta de fazer? Bolo
O que vc mais gosta de brincar? Lego e computador
O que o papai mais gosta de fazer? tomar chimarrão
Ganhei o dia com a idade que ele acha que a mamãe tem, podemos adicionar quase do dobro, mais precisamente 18 anos, para chegar na idade correta.
E o que a mamãe mais gosta de fazer?
BOLO!!
Então vou compartilhar uma receita que fez sucesso aqui em casa e nas redes sociais, com vários pedidos para compartilhar a receita: Cuca!



A Cuca é um doce típico alemão, muito comum aqui no Sul. Ela tem uma massa básica e os recheios, ou melhor, coberturas, variam de acordo com o gosto do fregues.
Então vou compartilhar a massa básica e 3 tipos de cobertura.

Massa Básica:
2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de leite
1 xícara de açucar
1 colher de sopa de margarina
1 colher de sopa de fermento em pó

Bata todos os ingredientes com uma batedeira até a massa ficar homogênea.
A massa fica bem consistente, despeje a massa numa assadeira untada com margarina e farinha de trigo. Use uma espatula para ajudar a espalhar a massa. Não se preocupe se a camada de massa ficar fininha, ela ainda cresce, e tem a cobertura.

Você pode escolher uma dessas 3 coberturas ou inventar a sua!!
Cobertura 1:
Banana cortada em rodelas com canela e um pouquinho de limão.
Cobertura 2:
Abacaxi em calda cortada de cubinhos.
Cobertura 3:
Coco fresco misturado com leite condensado.

Para finalizar a cobertura faça uma farofinha doce para colocar por cima.
Ingredientes para a farofa:
2 colheres de sopa de margarina
1 colher de sopa de azeite
1/2 xícara de açúcar
1 xícara de trigo
1 colher de sopa de fermento
Misture todos os ingredientes com a mão até formar uma farofa.

Então, para relembrar a montagem: massa, cobertura 1, 2 ou 3, farofa!

Asse em forno médio, quando espetar o palito de dente e não grudar está pronta. Verifique se a farofa tá douradinha por cima, se não, deixe mais alguns minutinhos para dourar.
Depois é só fazer um cafezinho para acompanhar!!!

Bj bj


Vidas em Suspensão!

Muitas vezes colocamos nossas vidas em suspensão!
Esperando uma decisão, uma ação (de outro ou de Deus), um milagre.
Fazemos "o básico" mesmo sendo o melhor de nós para o momento.
Esquecemos de vivenciar o presente de forma plena, sempre pensando no futuro (ou no passado), mas nunca no tempo certo, o PRESENTE.

Eu estava vivendo assim, desde dezembro, em suspensão.
Esperei decisões em fevereiro, chegou em março, e no seguir dos meses esperei mais decisões, era maio e passou pra junho, e agora não sei mais pra quando.

Dói essa indefinição, por mais confiança de que tudo dará certo.

Não posso viver em suspensão, esperando e esperando. Não que me torne passiva a partir desse momento, pois tudo que estava ao meu alcance eu fiz, então retorno da suspensão de coração tranquilo.
Estou pronta para receber o que o Universo está disposto a me dar (e eu a lutar!) e sei que Deus promoverá grandes vitórias!!

Bora viver com força total!! Pois como já dizia o poeta: "O tempo não para!".